Homem baleado na cabeça por causa de vaga de estacionamento morre em Guarujá

de Diário do Litoral

O homem que foi baleado na cabeça após uma briga devido a uma vaga de estacionamento morreu na noite deste domingo (18) em Guarujá. A vítima foi alvejada na noite do domingo anterior (11) e foi levada até o Hospital Santo Amaro horas após o crime antes de ser transferida para a UTI do Hospital Don Domênico. O suspeito está preso.

Segundo informações do 21° Batalhão da Polícia Militar do Interior, as autoridades foram acionadas pelo telefone 190 por volta das 22h45 de domingo para atender um caso de tentativa de homicídio e tentativa de linchamento ocorrido na Rua Maurino Ignácio de Oliveira, no bairro Cachoeira.

Ao chegar no local, os policiais encontraram a vítima, cuja identidade não foi revelada, com um ferimento na cabeça provocado por disparo de arma de fogo. Já o suspeito foi localizado dentro de sua casa se escondendo de outros moradores que tentavam invadir a residência para linchá-lo.

A PM conseguiu retirar o homem de dentro da casa sem que ele fosse agredido por outras pessoas que estavam na rua e levou o suspeito para a Delegacia Sede de Guarujá, onde um boletim de ocorrência foi registrado por tentativa de homicídio. A arma utilizada no crime foi apreendida pelos policiais militares e levada para o DP, onde será submetida a exames de perícia.

Segundo a assessoria de imprensa, a vítima foi levada para o Hospital Santo Amaro e deu entrada na Unidade de Urgência e Emergência em estado grave. Horas após receber o primeiro atendimento, o homem foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Don Domênico. Devido à gravidade do ferimento, ele não pode ser submetido a cirurgia.

Motivação

Nas redes sociais, moradores vizinhos à ocorrência relataram que a vítima teria sido atingida pelo disparo após brigar com o suspeito que mora perto de sua casa. De acordo com internautas, a discussão teria começado após o homem baleado ter estacionado seu carro na vaga onde o autor dos disparos costuma deixar seu próprio automóvel.

Apesar de estar ciente dos motivos sugeridos por moradores do bairro, a Polícia Militar diz que ainda não tem certeza do que motivou de fato a briga e afirma que as causas da tentativa de homicídio ainda estão sendo apuradas.

O suspeito foi preso e levado até o DP Sede de Guarujá. Em seguida, ele foi submetido a uma audiência de custódia.